Páginas

Seja bem Vindo!

glitters

terça-feira, 2 de abril de 2013

Projeto Família com Atividades


  1. Tema: Família
Título: “Cada um tem a sua história”

  1. Duração: 01 mês – Abril

  1. Justificativa: Promover o contato da criança com informações de família, como se formou, história do nome, tradições familiares e a formação do sobrenome. Incentivar o contato da família com a escola e levar a criança a descobrir suas origens.

  1. Objetivos Gerais:
·         Promover o contato da família na escola;
·         Ajudar a criança a identificar a formação e origem do nome e sobrenome;
·         Identificar as tradições familiares;
·         Mapear a árvore genealógica;

  1. Mapa Conceitual:
Família
História do Nome
Arvore Genealógica
Tradições
Formação do sobrenome
De onde vieram meus familiares
Minha Cultura Familiar







  1. Recortes Temáticos:
Conteúdos
Objetivos específicos
Material
Procedimento
História do Nome
Levar a criança a identificar a formação do seu nome e sobrenome.
Pesquisar o significado do nome;
Consultas na internet;
Pesquisa em casa;
Poemas;
Atividades no caderno
Arvore Genealógica
Identificar a formação familiar, e conhecer a origem da família;
Pesquisas familiares.
Atividades no caderno
Tradições
e Profissão
Trazer conhecimento á criança sobre a diversidade familiar, e tradições que acompanham a família.
Trazer os pais á escola para falar de sua profissão.
Pesquisas familiares.
Música “Eu” do palavra cantada com Paulo Tatit e Sandra Peres com vídeo.
Atividades no caderno e presença da família na escola.

  1. Cronograma:
Data
Atividade
03/04/2013
História do nome, mapear a árvore genealógica e identificar a rotina de casa;
10/04/2013
História do sobrenome, conhecer as tradições e de onde vieram os antepassados;
17/04/2013
Fazer entrevista com alguém da família para falar sobre a origem desta;
24/03/2013
Presença da família na escola para falar da profissão dos pais e da escolha destes.

  1. Biografia:
Atividades do livro de história: Coleção Brasiliana, editora IBEP 2° edição – São Paulo, 2011.

Atividade 01:

Leia a Poesia abaixo:

Família por Terezinha Guimarães

Família é a união dos corações que vivem com um propósito
em busca de amor e grandes emoções.
Família algo tão profundo transmite segurança no viver
aconchego e respeito melhorando o mundo.
É sempre preciso uma reflexão fazer...
para que na família tenha um bom conviver.
Deus nos dá a oportunidade de uma família formar
ou de uma família participar então devemos aproveitar
e esta chance maravilhosa não desperdiçar.
Ame e deixe-se amar respeite e deixe-se respeitar e o que você plantar também colherá.

·         Todos nós fazemos parte de uma família, e temos ligações de sangue ou não com ela.
Sua família te ama, e quando você foi gerado (a) escolheram seu nome, descreva no espaço abaixo a história de como seu nome foi escolhido. Depois faça um desenho da sua família com as pessoas que moram na sua casa.

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ .
Como é fazer parte da sua família, escreva a rotina que vocês fazem juntos:

___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ .

Observe a árvore genealógica abaixo, preencha com os dados familiares, se tiver dúvidas peça ajuda aos seus pais ou alguém da família. Depois pinte os galhos, folhas e tronco da arvore:

Atividade 02: 

 
Campo Grande, MS,______ de ____________ de  2013.
Projeto Família: “Cada uma tem sua história”



Nomes de Família
       No Brasil, quando nasce uma criança, seus pais registram seu nome e sobrenome em um documento, a certidão de nascimento. Na certidão de nascimento, além do nome, aparecem outras informações que identificam a criança recém-nascida. Este é o primeiro documento oficial de todos os brasileiros.
ð  Cole uma cópia da sua certidão de nascimento no caderno;

1.      Sua certidão de nascimento ou registro de nascimento traz informações importantes para te identificar, reproduza os itens com suas informações:
Nome:
Sobrenome:
Nome e Sobrenome dos avós maternos
__________________________________________
       
Nome e Sobrenome dos avós paternos
__________________________________________
       
Sexo:  (   ) Feminino ou (   ) Masculino
Local de nascimento:

Nome da Mãe:
Data de nascimento:
Nome do Pai:
Horário de nascimento:
Sobrenomes
Pai: ___________________________________
Mãe:
Declarante:
__________________________________________

2.      Faça uma pesquisa na internet sobre o significado do seu nome:
Significado:_________________________________________________________________________________________________________________________________ .
Fonte da Pesquisa: _____________________________________________________ .

3.      Leia essa canção:

Gente Tem Sobrenome (Chico Buarque)

Todas as coisas têm nome ... Casa, janela e jardim, coisas não tem sobrenome
Mas a gente sim, todas as flores têm nome rosa, camélia e jasmim
Flores não têm sobrenome, mas a gente sim
O Jô é soares, Caetano é veloso, o Ary foi barroso também
Entre os que são Jorge, tem um Jorge Amado, e um outro que é o Jorge Ben
Quem tem apelido: Dedé, Zacharias, Muçum
E a Fafá de Belém, tem sempre um nome e depois do nome tem sobrenome também
Todo brinquedo tem nome: bola, boneca e patins - brinquedos não tem sobrenome
Mas a gente sim, coisas gostosas têm nome: bolo, mingau e pudim
Doces não têm sobrenome, mas a gente sim: Renato é Aragão o que faz confusão
Carlitos é o Charles Chaplin e tem o Vinicius que era de Moraes
E o Tom brasileiro é Jobim, quem tem apelido: Zico, Maguila, Xuxa, Pelé e He-Man
Tem sempre um nome e depois do nome, tem sobrenome também.

ð  As pessoas de uma mesma família geralmente têm o mesmo sobrenome. Isso acontece porque o sobrenome indica a qual família a pessoa pertence, o sobrenome de cada pessoa é formado, em geral, pelos nomes da família do pai e da mãe. Algumas crianças recebem o sobrenome dos dois, outras, só do pai ou só da mãe.

  • Pergunte á alguém da sua família como se formou o seu sobrenome:
Dos seus parentes, quais têm o mesmo sobrenome que você:
Pai           mãe          avô paterno         avó paterno
           Avô materno             avó materna

4.     De onde vêm os sobrenomes dos brasileiros? ...
A maior parte dos sobrenomes que circulam no Brasil é de origem portuguesa e chegou aqui com os colonizadores. A maioria tem origem geográfica. Ou seja: no local em que a pessoa nasceu ou em que morava. Desta forma, Guilherme, nascido ou vindo da cidade portuguesa de Coimbra, passou a ser, como seus parentes, Guilherme Coimbra. Assim, também Varela, Aragão, Cardoso, Araújo, Abreu, Guimarães, Braga, Valadares, Barbosa e Lamas eram nomes de cidades ou regiões que identificavam os que lá nasceram, passando a funcionar, com o tempo, como sobrenomes.
 

Alguns desses sobrenomes, aliás, não se referem a localidades, mas a simples propriedades rurais onde um determinado tipo de plantação era privilegiado. Por exemplo, os moradores de numa quinta em que se cultivavam oliveiras passaram a ser conhecidos como Oliveira, o mesmo acontecendo com Pereira, Macieira e tantos outros.
 

Outra origem de sobrenomes foram as alcunhas, ou apelidos, atribuídos a uma pessoa para identificá-la e que depois se incorporava a seu nome como se dele fizesse parte. É ocaso de Louro, Calvo e Severo, por exemplo. Muitos nomes de família se originaram também de nomes de animais, fosse por traços de semelhança física ou de características de temperamento: Lobo, Carneiro, Aranha, Leão e Canário são alguns deles. Também por derivação foi possível formar sobrenomes. Fernandes, por exemplo, seria, na origem, o filho de Fernando; assim como Rodrigues, o filho de Rodrigo; Álvares, o de Álvaro.
 

Negros africanos, que vieram para o Brasil como escravos, e dos quais tantos de nós descendemos, foram obrigados a deixar para trás seu passado, seu nome e a identificação de sua origem tribal. Aqui foram batizados com um nome cristão e os sobrenomes que recebiam muitas vezes eram os mesmos de seus senhores. Quando isso não ocorria, os senhores lhes davam sobrenomes de origem religiosa, como Batista, de Jesus, do Espírito Santo.
 

Também o leigo "da Silva" (silva em latim é selva, o que significa que a pessoa assim denominada tinha origem imprecisa, não se sabia ao certo de que cidade ou região ela procedia) foi fartamente atribuído àqueles que não traziam consigo um nome de família. Não é, portanto, por acaso que Silva é hoje no Brasil o sobrenome mais comum, aquele usado pelo maior número de cidadãos, dentre os quais os antigos presidente e vice-presidente da República!
 

Situação semelhante ocorreu com os indígenas: como essa cultura sempre relacionou o sobrenome do indivíduo com a tribo à qual pertencia, é comum ainda hoje que um cidadão de origem indígena seja registrado, por exemplo, como Galdino Pataxó ou Marcos Terena.
 

Observar as variadas origens dos sobrenomes brasileiros nos leva a notar que muitos povos se uniram para formar a nossa nação. Aos numerosos Silvas, brasileiríssimos, aos Lisboas e Guimarães que aqui chegaram há quase cinco séculos, vieram com o tempo juntar-se os descendentes dos imigrantes Abdala (árabe), Levy (judaico), Calmon (francês), Abbott (inglês), Fomm (prussiano), Schmidt (alemão), Ferretti (italiano) e inúmeros outros que tanto contribuíram para a formação de nossa cultura, que é riquíssima.
 

Essa diversidade cultural, motivo de nosso orgulho, expressa pela variedade de sobrenomes, nos faz pensar também na nossa maravilhosa e surpreendente unidade lingüística: um país do tamanho do Brasil, habitado por uma população de origem tão variada, como se pode verificar por uma simples análise dos sobrenomes, fala de norte a sul um único idioma. Os Batistas e os Abramovitchs, os Lopes e os Smiths conversam, discutem, contam piadas e trocam juras de amor na mesma língua em que pronunciaram as primeiras palavras, em que aprenderam as primeiras letras na escola, em que cantaram músicas e ouviram notícias pelo rádio e pela televisão.
 

Ciência Hoje das Crianças 136, junho 2003 / Rachel Teixeira Valença / Fundação Casa de Rui Barbosa/RJ.
 
Fonte: http://www.brasileitalia.info acesso em 02/04/2013 ás 0h42

a)      O seu sobrenome é originado de qual dos seus antepassados, segundo sua árvore genealógica:
_____________________________________________________________________

b)      Justifique a origem dos seus sobrenomes:
___________________________________________________________________________________________________________________________________________ .

c)      Alguém da sua família veio de outro país? Quem e de qual país?
_____________________________________________________________________ .

d)     Você tem sobrenome estrangeiro? Qual e Por quê?
___________________________________________________________________________________________________________________________________________ .

e)      O que você descobriu do seu sobrenome que achou de tão interessante?
___________________________________________________________________________________________________________________________________________ .

5.       Quase todos nós temos famílias compostas por pessoas que vieram de origens variadas, com culturas e hábitos diferentes, com características físicas diversificadas. Muitas famílias têm histórias de viagens e de mudanças para contar, gente que veio de outros lugares, de dentro do país e de fora dele.
  • Em sua família, há histórias de parentes que foram viver em um lugar diferente daquele onde nasceram? Conte-nos:
(Escreva em seu caderno com um paragrafo)

6.      Faça uma entrevista com seus pais ou avós e elabore um pequeno texto em seu caderno com as seguintes informações:
  • Sua família mantém algum costume há gerações, qual?
  • Pense nos hábitos do dia a dia, nos pratos típicos que foram ensinados a cada geração, em canções, formas de educar os filhos, nas histórias que sempre são contadas.
  • O Objetivo central é saber sobre as tradições familiares e que você conheça profundamente um pouco mais sobre seus entes queridos e saber que as famílias são diferentes e em cada casa há uma grande diversidade e as tradições podem mudar conforme o tempo e as pessoas.
Tente equilibrar sua pesquisa com informações sobre seus pais, afinal as tradições vêm de ambos os lados. (Se você não tiver um dos pais para comparar busque informações com seus avós).

Atividade 03: 

Eu (Palavra Cantada de Paulo Tatit e Sandra Peres)

Perguntei pra minha mãe: "Mãe, onde é que ocê nasceu?"
Ela então me respondeu que nasceu em Curitiba
Mas que sua mãe que é minha avó
Era filha de um gaúcho que gostava de churrasco
E andava de bombacha e trabalhava no rancho
E um dia bem cedinho foi caçar atrás do morro
Quando ouviu alguém gritando: "Socorro, socorro!"
Era uma voz de mulher, então o meu bisavô, um gaúcho destemido
Foi correndo, galopando, imaginando o inimigo e chegando no ranchinho, já entrou de supetão
Derrubando tudo em volta, com o seu facão na mão
Para o alívio da donzela, que apontava estupefata,
Para o saco de batata, onde havia uma barata
E ele então se apaixonou
E marcaram casamento com churrasco e chimarrão
E tiveram seus três filhos, minha avó e seus irmãos
E eu fico imaginando, fico mesmo intrigado
Se não fosse uma barata ninguém teria gritado
Meu bisavô nada ouviria e seguiria na caçada
Eu não teria bisavô, bisavó, avô, avó, pai, mãe, não teria nada, nem sequer existiria
Perguntei para o meu pai: "Pai, onde é que ocê nasceu?"
Ele então me respondeu que nasceu lá em Recife
Mas seu pai que é o meu avô: Era filho de um baiano que viajava no sertão
E vendia coisas como roupa, panela e sabão
E que um dia foi caçado pelo bando do Lampião
Que achava que ele era da polícia um espião e se fez a confusão
E amarraram ele num pau pra matar depois do almoço
E ele então desesperado gritava: "Socorro!"
E uma moça apareceu bem no último instante
E gritou pra aquele bando: "Esse rapaz é comerciante!"
E com muita habilidade ela desfez a confusão
E ele então deu-lhe um presente, um vestido de algodão
E ela então se apaixonou, se aquela moça esperta não tivesse ali passado
Ou se não se apaixonasse por aquele condenado
Eu não teria bisavô, nem bisavó, nem avô, nem avó, nem pai pra casar com a minha mãe
Então eu não contaria essa história familiar
Pois eu nem existiria pra poder cantar
Nem pra tocar violão

·         Você gostou de assistir ao vídeo dessa música? Por quê?
___________________________________________________________________________________________________________________________________________
Estamos aprendendo sobre os diferentes tipos de família e como se originou a formação de cada uma, agora responda essas questões com base na música:

1.      Escreva o nome dos estados brasileiros onde ocorrem os fatos com os antepassados do narrador do texto da música: __________________________________________________________________
2.      Você ou seus parentes vivem em algum dos estados brasileiros mencionados na música? Qual? _____________________________________________________
3.      Quais são os parentes da família diretamente envolvidos nessa história?
____________________________________________________________________________________________________________________________________________
4.      Toda essa história aconteceu por causa de um inseto. Que inseto foi?
___________________________________________________________________
5.      Porque a letra da música termina dizendo “pois eu nem existiria/ pra poder cantar/ nem pra tocar violão”?
___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

·         Tarefa: Agora é sua vez  “Entrevista”

Você sabe como se formou sua família? Como será que seus pais se conheceram?
Leia com seus pais ou outros parentes de sua família a letra da música “Eu” de Paulo Tatit e Sandra Peres.
Depois converse com eles para saber como foi que eles nasceram, como os pais deles se conheceram, onde viviam...

·         Registre as informações que recebeu, nesse caderno, seguindo esse roteiro:
1.    Com quem você conversou? Escreva o nome completo da pessoa.
2.    Onde ela nasceu e onde mora atualmente?
3.    Qual é o parentesco dessa pessoa com você?
4.    Como essas pessoas se tornaram uma família?
5.    Como os pais de seus entrevistados se conheceram?
6.    Onde os pais de seus entrevistados se conheceram?
7.    Quantos dias se passaram entre o dia em que eles se conheceram e o nascimento de seu entrevistado?
8.    Quais são as tradições que são mantidas ao longo desse período?
9.    Que profissão seu entrevistado exerce?
10. Qual o motivo da escolha dessa profissão?
11. Existe alguém na família que tem a mesma profissão?
12. E os costumes: religião, língua falada em casa, hábitos alimentares, time de futebol que torcem, preparativos de festas, forma de se vestir e preferências por histórias.

·         Elabore um texto em seu caderno com título, introdução, desenvolvimento e conclusão.
Na próxima aula você irá falar sobre sua entrevista para seus colegas.


0 comentários:

Postar um comentário

Este blog foi criado para compartilhar experiências e pesquisas na área da educação e da Religião! Fique à vontade para criticar, sugerir e participar relatando sua prática, quero que se torne seguidor(a) e não deixe de comentar nos post ou deixar um recadinho ali ao lado .

Obrigada por sua visita, Volte Sempre!
Um abraço!
Paola Massa

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Este é um Blog voltado para área da Educação e plantando a sementinha de Jesus!
Foi criado para compartilhar experiências e pesquisas na área da educação e da Religião! Fique à vontade para criticar, sugerir e participar relatando sua prática, quero que se torne seguidor(a) e não deixe de comentar nos post ou deixar um recadinho ali ao lado .

Obrigada por sua visita, Volte Sempre!
Um abraço!
Paola Massa

Promessas Biblícas